Press Releases

LFM na boca do Mundo

ESTUDO EUROPEU DA DREAMBOOKSPRO

PORTUGUESES SÃO DOS QUE MENOS INVESTEM NO CASAMENTO

ESPANHÓIS SÃO QUEM MAIS GASTA NA CERIMÓNIA

Os portugueses são dos mais poupados na hora de casar, não ultrapassando em média os € 22 700 com a cerimónia, revela um estudo sobre o casamento que a portuguesa DreambooksPro realizou junto de 700 profissionais de fotografia portugueses, espanhóis, franceses e britânicos.

O estudo realizado pela empresa nacional, líder na produção de álbuns fotográficos profissionais, chegou à conclusão que os espanhóis são dos que mais investem na hora de casar, com uma média de gastos que ultrapassa os 24 900€, seguidos dos britânicos com 23 700€ e dos franceses com pouco mais de 23 400€.

Os valores incluem o catering, o aluguer do espaço, a animação e a fotografia.

Dos quatro países em estudo, os franceses são os que preparam a festa com mais antecedência, seguidos dos britânicos, dos portugueses e dos espanhóis.

Assim, 37% dos franceses começa a planear o grande dia mais de um ano antes da data marcada, sendo que apenas 21% dos britânicos o fazem com a mesma antecedência. De entre os portugueses e espanhóis, só 10% optam por organizar a festa a longa distância.

A maioria opta mesmo por fazê-lo com 6 meses a 1 ano de antecedência, com 58% dos portugueses, 73% dos espanhóis, 54% dos britânicos e 43% dos franceses a optarem por este intervalo temporal.

Já em relação à altura do ano preferida para casar o verão é a estação com mais casamentos, com os portugueses a preferirem agosto, os britânicos e os espanhóis a optarem por julho, e os franceses por junho.

Nos quatro países o mês de janeiro recolhe também muitas preferências, ficando sempre em terceiro ou quarto lugar no ranking das opções.